10% de desconto na primeira compra Promoção não cumulativa

Líder de varejo ótico no mundo. LOJA ONLINE DE LENTES DE CONTATO E ÓCULOS DE SOL.

Blog Hábitos que previnem contra doenças oculares

Hábitos que previnem contra doenças oculares

A Semana Mundial da Visão está quase no fim mas reforçamos a importância de práticas mais saudáveis para manter a saúde da visão

Hoje é o último dia da Semana Mundial da Visão, no post do blog anterior explicamos sobre as principais doenças que afetam os olhos e quais as consequências de não incluir consultas constantes ao oftalmologista na rotina de cuidados gerais com a saúde. Para este conteúdo, preparamos uma série de sugestões e dicas de hábitos que ajudam na prevenção de doenças relacionadas à visão. Vamos lá?

É importante lembrar que o ideal é manter os novos costumes ao longo da vida. Muitas doenças como Catarata e Degeneração Macular são relacionadas ao envelhecimento e, quanto maiores os cuidados, melhor e mais saudável será a sua vida e a dos seus olhos.

Alimentação

A alimentação está diretamente associada à saúde ocular. O consumo de açúcar, sódio, gorduras em excesso são inflamatórios e prejudiciais para o nosso corpo, sendo assim necessitamos de uma alimentação adequada e rica em vitaminas e minerais para prevenção de complicações com a visão.

Uma dieta repleta de diferentes frutas e vegetais enriquece o corpo de nutrientes. As Vitaminas E e C podem reduzir o risco de degeneração macular relacionada à idade, por exemplo.

A Vitamina E está presente, entre outro alimentos, nas amêndoas, brócolis, espinafre, semente de girassol, kiwi, cenoura, pepino, abacate e castanha-do-pará. Já a Vitamina C contribui para a prevenção de doenças oculares adquiridas ao longo da idade. Este nutriente pode ser encontrado na acerola, goiaba, limão, tomate, morango, abacaxi, kiwi, melão, couve-flor, couve.

Proteção UV

Mesmo em dias nublados o uso de óculos de sol é altamente recomendável. Até com o céu encoberto temos a emissão dos raios UVs do Sol que não são visíveis a olho nu mas que prejudicam nossa saúde. Por este motivo é importante também não adquirir produtos falsificados que, muitas vezes, não contam com a proteção adequada contra estes raios.

Além dos raios UVA e UVB, atualmente temos um grande inimigo, principalmente com o aumento do uso de celulares e computadores, o raio de luz azul. Indicamos que, mesmo que não haja necessidade do uso de óculos com grau, o uso de armações com lentes sem grau e proteção Blue Filter, nossa tecnologia exclusiva que retém os raios de luz azul para não entrem em contato direto com os olhos.

Exercícios físicos

A prática de atividades físicas são essenciais não só para os olhos como para a saúde completa do corpo, seja física ou emocional. Elas ajudam no controle de peso, metabolização dos nutrientes e eliminação de toxinas.

Os exercícios ainda contribuem para a diminuição da ansiedade e depressão, que muitas vezes agravam o tabagismo, hábito totalmente prejudicial para qualquer parte do nosso corpo, principalmente para os olhos por conta dos componentes tóxicos.

Vale lembrar a importância de ficar atento a qualquer dificuldade que tiver de enxergar na hora de correr, andar, levantar peso ou realizar outras práticas. Caso note que a vista está embaçada ou sinta os olhos cansados ao final da atividade, busque o seu médico oftalmologista e confira se há necessidade de correção visual relacionada ao grau.

Descanso

Os momentos de descanso são primordiais para aliviar e hidratar os olhos. Quem nunca sentiu os olhos ardendo depois de longos períodos em frente ao computador ou no fim daquele dia puxado?

Faça pausas durante o dia, se concentre em piscar bastante os olhos e, caso haja necessidade, faça uso de colírios de hidratação para umedecê-los.

Acompanhamento médico

Como já falamos muito aqui no nosso blog, sempre consulte regularmente o seu oftalmologista para identificar qualquer anomalia na visão ou manter o grau atualizado. Vale reforçar que aproximadamente 43% das doenças visuais no Brasil são relacionadas a piora dos erros refrativos (miopia, hipermetropia e astigmatismo).

O ideal é manter as consultas espaçadas de 6 meses a, no máximo, 1 ano. Mesmo antes deste período, caso esteja em casa e note qualquer um dos sintomas abaixo, procure um profissional o quanto antes:

  • Dores de cabeça frequentes;
  • Sensação de vista cansada;
  • Coçar os olhos regularmente;
  • Fechar os olhos para focar a visão;
  • Vermelhidão ou irritação nos olhos.

Vamos juntos construir na nossa rotina hábitos mais saudáveis? Ajude a conscientizar sobre a importância de um acompanhamento médico e cuidados constantes com os olhos. Espalhe a hashtag #SemanaMundialDaVisão, #HopeInSight e #EsperançaNoOlhar nas suas redes sociais.