10% de desconto na primeira compra Promoção não cumulativa

Líder de varejo ótico no mundo. LOJA ONLINE DE LENTES DE CONTATO E ÓCULOS DE SOL.

Blog O que são raios UV e como proteger-se deles

O que são raios UV e como proteger-se deles

O Brasil é um dos países com maior incidência solar do mundo e, mesmo nas estações frias, temos abundância de dias ensolarados. Isso por um lado é positivo, pois o sol é fundamental para a saúde e o funcionamento do corpo. Ele nos fornece, através dos raios UVB, a vitamina D, que melhora a absorção do cálcio pelo nosso organismo, ajudando no fortalecimento dos ossos e junto com os raios UVA, representa 90% de toda a vitamina D que absorvemos – o restante é obtido através dos alimentos, alguns deles inclusive, também fazem bem para a visão Por outro lado, se algumas precauções não forem tomadas, a radiação dos raios UVA e UVB podem ser extremamente prejudiciais a nossa saúde. Neste texto vamos explicar a diferença entre eles e dar algumas dicas para que você possa se proteger e aproveitar os dias ensolarados ao máximo.

Mas afinal, o que são raios ultravioleta?

Eles são invisíveis a olho nu, mas chegam até nós até mesmo nos dias nublados. A radiação ultravioleta (ou UV) é a fonte mais energética emitida pelo sol, porém, a maior parte desta energia fica retida na camada de ozônio. Se não fosse por esta proteção natural, não existiria vida na terra, mesmo assim é preciso se proteger. 

Os raios são identificados como UVA(ondas mais compridas) e UVB (ondas mais curtas). Um bom indicativo da diferença entre os dois é a própria pele. Confira!

Raios UVA

São os raios de maior comprimento de onda e são os que têm maior incidência sore a terra. Quando você toma sol e ganha aquele bronze, são os raios UVA que agiram sob a sua pele!

Raios UVB

São os raios de menor comprimento,que atingem a camada mais superficial da pele. Ele é responsável pela vermelhidão.

Alguns problemas que o excesso de sol pode causar e suas prevenções.

Problemas de pele

Talvez a parte do corpo em que os efeitos do excesso de sol fiquem mais evidentes é a pele. Afinal, quem nunca foi à praia e esqueceu de passar protetor e a noite ficou com ardência e vermelhidão. Ou ficou dias descascando porque passou muito tempo na praia.

A exposição sem proteção não é recomendada para todos os tons de pele, pois pode causar doenças dermatológicas graves. Em casos mais sérios, quem não se protege tem o risco de desenvolver o  câncer de pele.

O recomendado é que o protetor solar tenha FPS no mínimo 30 e que seja reaplicado de duas em duas horas.

Problemas nos olhos

Não só a pele sofre com o sol em excesso. A exposição prolongada dos olhos aos raios solares pode provocar irritação, lacrimejamento e até aumentar o risco de catarata. É importante usar óculos de sol regularmente.Até já falamos da importância deles por aqui

Importante!: Compre sempre produtos originais. Evite os produtos pirata pois eles geralmente não possuem proteção UVA e UVB, deixando os seus olhos mais expostos a entrada de luz. Sua visão agradece!

Horários recomendados

Sim, existe tempo e horários mais recomendados para se tomar sol. O indicado é que você fique exposto ao de 15 a 20 minutos por dia sem protetor solar para que o corpo absorva corretamente a vitamina D. Use camiseta e shorts para que os raios atinjam uma superfície maior da sua pele.

O ideal é que esta exposição acontece antes das 10h e depois das 16h, horários em que a incidência solar costuma ser menor.

Proteção extra

Caso você queira ainda mais proteção,já temos disponível no mercado há alguns anos roupas com tecidos especiais que protegem o corpo dos raios ultravioleta. Esta pode ser mais uma alternativa para quem precisa passar muito tempo exposto ao sol. Se você pratica algum tipo de esporte ao ar livre, vale a pena considerar esta opção. Os chapéus também são uma ótima alternativa de proteção, além de ficarem super charmosos e darem aquele up no visual.

E aí, gostaram das dicas? Deixe seu comentário ou dúvida no box abaixo.